[ editar artigo]

Auto mutilação.

Auto mutilação.

Estou com um amigo em situação muito complicada. O filho de 12 anos se auto mutila há uns 3 anos. Agora, o casal está se separando e o menino piorou muito apesar de se tratar com psicóloga e psiquiatra. Segundo o pai, ele absorve tudo. Agora, se preocupa com a mãe pq sabe que ela não se mantém sozinha. Odeia brigas e tem um coração de ouro.  Estou tentando falar da EFT pra ele. Mas está bem difícil. Como poderia tratar este menino? Sonia, você ainda efetua consultas? Obrigada 

Sonia respondendo: oi, eu faço consultas sim. Continuamente. Neste caso precisa ver se o menino quer ajuda, se ele está sofrendo ao ponto de querer se abrir com alguém. Estive muito ocupada com assuntos familiares, me desculpa que não respondi. Posso atende-lo se ele quiser. Pode fazer EFT Optimal Surrogado para ele. Pode fazer tapping com ele, se ele aceitar. Mas teria que fazer para eventos concretos e específicos e para o que ele sente quando se lembra destes eventos. A compreensão do que acontece é importante também para o terapeuta e para o paciente. Ele se sente culpado pelo que acontece com os pais. Talvez sinta que não foi oportuno ter nascido pois se pai e mãe se amam antes da gente nascer por que se separam depois que a gente nasce? Difícil para uma criança compreender os limites dos pais, mais fácil se culpar.  A criança se sente um peso nas separações.  Porque de verdade se torna um complicador para a separação. Mas seus direitos de criança e de ser que veio ao mundo precisam ser lembrados a ele, e ele precisa tirar uma culpa que não é sua. Assim vai parar de se punir se machucando, como se fosse a forma de ter direito a existir. E acabar a raiva de si mesmo e a  raiva também de não ter direito a ter um lar harmônico. Porque esta raiva também existe. Temos um mix de sentimentos que se agravam com  a puberdade, onde a insegurança já desponta pela própria etapa da vida. A angústia acaba levando a se cortar ou se machucar, arrancar pelos, etc. Um excesso de tensão que escapa por esta via. Pode acontecer também que se sinta como que privado de existir e se cortar é como que uma forma de se sentir ocupando um lugar na existência, pela dor física, que de certa forma é menor que a dor emocional.

Completando: é preciso compreender o sentido que tem para ele o se cortar. Porque tudo no ser humano tem um sentido, mesmo o ferir-se. É uma dor menor frente a uma dor maior. É preciso pesquisar conversando para depois aplicar o EFT na raiz. Alguns jovens hoje se sentem muito sufocados pelo ambiente afetivo eletrônico mental e se cortar é como escapar de um ambiente sem saída. 


TODAS AS INFORMAÇÕES SOBRE OS CONTEÚDOS E PREÇOS DOS CURSOS DO  EFT OFICIAL ESTÃO AQUI. 

ACADEMIA CLINICA
Elmari Ladiane Lohmann
Elmari Ladiane Lohmann Seguir

Estudante de EFT, aspirante a terapeuta oficial pelo Gold e Optimal. Apaixonada pelo crescimento pessoal e superação das pessoas. Viemos de uma fonte de amor e despertar este amor, através de nossa missão nos torna melhores!

Ler matéria completa
Indicados para você