[ editar artigo]

COMO TORNAR-SE UM TERAPEUTA EFETIVO E ÉTICO? (série atendimento clinico 1)

COMO TORNAR-SE UM TERAPEUTA EFETIVO
 E ÉTICO? (série atendimento clinico 1)

Há um desejo em você de ajudar outras pessoas? Talvez vir a ser terapeuta? Ou  você já atende mas tem algumas inseguranças em como proceder? É com você que eu gostaria de falar.

Vejo hoje um grande número de pessoas no Brasil que gostam de ajudar,  são  bons ouvintes de amigos e parentes e têm boas ideias para sugerir decisões quando seus ajudados vivem situações críticas. Você se identifica com este crescente número de pessoas que querem e tem talento para ajudar outras pessoas?

Quem são essas pessoas que integram este movimento significativo de ajudadores que mantém este desejo de se tornar bons terapeutas? Algumas destas pessoas ou se aposentaram e buscam novos caminhos ou estão cansadas de um trabalho que julgam monótono, sem muito desafio e sentido. Outras ainda vivem no trabalho situações de estresse que as faz sonhar com um modo de vida diferente, mais em paz, onde possam ajudar outras pessoas.

Vejo muitas dessas pessoas que buscam um novo caminho aprenderem um método que alguém elogia e partirem para atender primeiro amigos como voluntários e depois passarem a atender pacientes pagos. Mas aí esses novos terapeutas começam a sentir as primeiras dificuldades: não é tão fácil atender como foi fácil aprender o método ou a técnica. Os resultados não acontecem como desejado. Pacientes parecem não querer melhorar. Pacientes faltam e vão desistindo ou até, às vezes, sentem-se pior. Estes novos terapeutas então pensam em desistir ou se dispõem a aprender um novo método. E assim vão gastando suas reservas, acumulando certificados, mas sem ter um retorno em termos de gratificação e econômico. E vão se sentindo inseguros, a confiança em si vai minando. Não sabem como atrair pacientes e nem tem muita coragem de se expor, já que não tem muita certeza se sabem ser terapeutas eficientes. Muitos passam anos atendendo sem cobrar, por medo de não darem conta, de não serem bons o suficiente. Alguns lamentam que não fizeram psicologia. Como se este diploma lhes desse a segurança que lhes falta. Eu vivi esta situação, por isso sei do que estou falando. Não fiz Psicologia na Universidade e, por alguns anos, me perguntava se podia confiar no meu trabalho. Até que aprendi o pulo do gato do ser terapeuta. Eu e muitos que hoje são terapeutas mesmo não tendo feito o curso de Psicologia na Universidade. Mesmo porque o curso de Psicologia ensina muitas  especialidades que nada tem a ver com a clínica.

Pensando neste movimento que envolve o desejo de vir a ser terapeuta ou coach ou mentor, que surgiu nas últimas décadas, foi que me ocorreu que o que falta para esses candidatos a ajudar o próximo de uma forma consequente é, acima de tudo, um conhecimento que precede qualquer técnica ou método: o conhecimento do que é e como se faz um ATENDIMENTO CLÍNICO. Todo e qualquer método ou técnica a ser aplicada demanda que se tenha uma visão clara de como fazer um atendimento clínico eficiente e ético. Certeza que se o terapeuta sabe como fazer um atendimento clínico muitos métodos poderão funcionar.

Em suma, o pulo do gato da clínica eficaz está na postura clínica e no atendimento do clínico. Eu estudei isso muitos anos depois que vi que todos os métodos que estudei não me ensinavam a compreender a relação clínica entre terapeuta e paciente, não me ensinavam alguns pontos cruciais:

a. de que lugar me dirijo ao paciente,

b. como percorrer camadas de estruturas defensivas até o core issue do paciente (questão central, vital), articulando sua biografia com a dimensão ontológica originária que comunga com todos seres humanos.

c. como articular passado, presente e futuro do paciente para que sua liberdade, criatividade e sentido de vida possam acontecer.

d. Como acolher e acompanhar o ritmo do paciente e sua temporalidade

e. como fazer a primeira entrevista, como fazer um contrato de tratamento, como escolher o enquadre certo para cada paciente.

f. como ver, ouvir, sentir o paciente no registro estético e discursivo, como chegar no seu idioma pessoal e singular.

g. como iniciar e expandir uma clínica ética e eficaz, sintônica com meu estilo pessoal. Como ser uma pessoa cuidando de outra pessoa em comunidade de destino.

Resolvi então dividir com vocês o que fez com que minha clínica se tornasse um lugar de prazer e crescimento em todos os sentidos, preparando artigos para ajudar todos que querem ser terapeutas éticos, eficientes, gratificados. Independentemente do modelo teórico que pretendem usar.

Ser terapeuta é ser capaz de estar disponível para o outro como se fosse este outro e sentir o que ele sente e fazer do destino do seu paciente o seu. Sem perder a qualidade do servir, isto é, sem se perder na negatividade do paciente ou no seu desespero.

Há um preparo a ser feito para que o ser terapeuta possa existir e se realizar de forma plena. Me disponho a orientar nesta preparação. Minha visão é que terapeutas não se definem pelo aprendizado de uma técnica ou método mas pelo crescimento e evolução das pessoas que eles são.

Para elaborar estes artigos  voltei aos muitos cursos que fiz com Professor Gilberto Safra e reli os grandes clínicos como Winnicott, Dolto, Ferenczi, etc.  Apesar de tudo que apresento ser de minha responsabilidade, o Professor Gilberto é meu grande mentor clínico.

Espero que a dimensão participativa seja uma constante ao longo de suas leituras. E espero que possa ajudar vocês a ter uma segurança ao atender que só  um profundo conhecimento do que é o encontro clínico pode oferecer. Desde que, logicamente, aliado a uma experiência de alguns anos de atendimentos, a uma proposta ética e a um trabalho do terapeuta sobre si mesmo.

Preparados para esta oferta ?
Beijos,
Sonia

ACADEMIA CLINICA
Sonia Novinsky
Sonia Novinsky Seguir

Psicoterapeuta . Diretora do Centro Gary Craig de Treinamento em EFT Oficial no Brasil. Atendimento on line e presencial. Supervisão em grupo para EFT Oficial ( tapping e Optimal). Práticas grupais de EFT. Contatos pelo whats: 11999941415

Ler matéria completa
Indicados para você