[ editar artigo]

O EFT vale por si só? Ou preciso de outros métodos para aplicar com ele?

O EFT vale por si só? Ou preciso de outros métodos para aplicar com ele?

Vemos na Academia Clínica uma grande mescla de profissionais. Muitos psicólogos, terapeutas holísticos, master em PNL, enfim. Mas aí vem o questionamento: enquanto técnica complementar a outras das mais variadas, o EFT tem sido de grande valia, uma vez que agiliza e facilita muitos processos. Aí me questiono. E trabalhar apenas com EFT (Gold e Optimal) como terapia? É válido ou suficiente? Amo o EFT e tenho minhas ideias acerca da questão. Mas gostaria de seu posicionamento Sonia.  Gratidão por ter à frente da Academia um ser tão iluminado quanto você. 

RESPOSTA DE SONIA : 

Elmari querida, que boa pergunta. O método EFT Oficial, tal como Gary fundou e foi desenvolvendo do Tapping (Gold) ao Optimal EFT, é um método completo em si mesmo. Ele não nasceu como complemento de outros métodos terapêuticos. A vocação dele não é ser uma técnica de apoio mas um método completo que dá conta de doenças físicas, mentais e emocionais. Aliás, todas as doenças são físicas, mentais e emocionais em alguma medida. Gary se dedica muito a doenças físicas com suas dores e sintomas, mas sempre vai às dimensões emocionais destas doenças físicas ou dores. E resolvendo as respostas emocionais negativas a eventos vividos de forma traumática, o tapping ou o Optimal conseguem chegar a dissolver sintomas e dores. Muitas vezes não rapidamente, porque podem haver muitos eventos, com muitas negatividades, e é preciso ir se dirigindo a uma série deles para o resultado. E, assim,o EFT é um método total e completo por si só.

Gary sempre pede que se se vai usar o EFT, se use estes passos que citei acima e não se use o método pela metade, sem seguir os passos imprescindíveis que caracterizam o EFT.  Ir aos eventos específicos do passado e abordar todos os aspectos desses fatos, chegar ao problema central da pessoa, que pode estar ligado a vários eventos. Sempre o evento central são estados extremamente doloridos que muitas vezes se precisa de um terapeuta para poder, em um vinculo seguro, trazer à consciência. Por exemplo, uma pessoa ridicularizada na infância pode viver em estado potencial de humilhação e desta forma sempre está fugindo de enfrentar riscos, ousar, porque o medo da humilhação é atroz. E, sim, a humilhação pode então ser o problema central desta pessoa. E ele é o reverso da dignidade, que é  um direito ontológico do ser humano. 

Mas o EFT pode ser um complemento de muitas práticas holisticas ou alternativas e de muitas práticas tradicionais. No Laboratório Fleury, um dos mais cotados em São Paulo, havia um técnico que empregava o EFT cada vez que a paciente tinha medo de fazer o exame de sangue. Dentistas usam para evitar o medo do paciente. Hipnoterapeutas usam para ajudar na sugestão hipnótica. Coaches usam para facilitar a adesão à  tomadas de decisões e à ação. Eu acho que é válido, mas o profissional deveria alertar o paciente que vai ser usado um pedacinho de um método que tem uma potência muito maior se usado integralmente ainda que inserido dentro de um tratamento que envolva outras abordagens. O essencial no EFT como nos atendimentos clínicos é o olhar que se tem para o paciente, a relação que se estabelece, a profundidade da conexão.  

Sempre que se vá usar o EFT é interessante indicar um site de um Centro Gary Craig para o paciente. Me fala se respondi ou se ficou alguma dúvida. O que voce pensa? 


BOA NOTÍCIAESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O TREINAMENTO COMPLETO NO EFT OFICIAL. VEJA EM NOSSO SITE 

ACADEMIA CLINICA
Elmari Ladiane Lohmann
Elmari Ladiane Lohmann Seguir

Estudante de EFT, aspirante a terapeuta oficial pelo Gold e Optimal. Apaixonada pelo crescimento pessoal e superação das pessoas. Viemos de uma fonte de amor e despertar este amor, através de nossa missão nos torna melhores!

Ler matéria completa
Indicados para você