[ editar artigo]

Pandemia: como afetou os casais?

Pandemia: como afetou os casais?

 

Como terapeutas temos a chance de aprender muito se refletirmos sobre o que os pacientes nos trazem todos os dias. A intimidade obrigatória que foi requerida pelas normas de isolamento trouxe mudanças nas relações. A pandemia escancarou uma faceta da condição humana que sempre fica muito escondida: nossa vulnerabilidade por termos um corpo que sempre escapa ao nosso controle e por termos uma alma que sempre busca alguma conexão com um outro ser.

E essa vulnerabilidade que as compras, as viagens, as festas, as baladas, os eventos, as celebrações escondem ficou bastante visível e as vezes até aterradora. Há, de um lado, os que negam esta vulnerabilidade, reagindo como se nada estivesse acontecendo e precisando ceder aos impulsos de exteriorização. E, de outro lado há os que, sentindo esta vulnerabilidade, buscam amparo nos mais íntimos, tentando mais comunicação, mais convívio, mais aproximação. E tem acontecido nos casais muitas vezes   um desencontro grande pois um parceiro fica reativo ao medo inconsciente e quer renovar suas experiencias para fora de casa, ampliar círculo de amigos, descobrir novos lugares. Enquanto o outro busca o contato, a intimidade, o aconchego, o colo. É como se um quisesse uma expansão mais horizontal no espaço do mundo e o outro um crescimento vertical, aprofundando o diálogo e o mergulho no ser do seu parceiro. E os conflitos tem se intensificado por conta destas soluções antagônicas de cada parceiro.

A mim me parece que está mais próximo da verdade aquele que está em contato com sua vulnerabilidade e os impulsos amorosos que surgem desta consciência. Desde que se possa refletir que esta vulnerabilidade que sentimos tão forte nesta pandemia não vem só dela, mas está enraizada no  registro ontológico da condição humana, conforme nos ensina  Gilberto Safra (ver Hermenêutica da Clínica Contemporânea, edições Sobornost) .  E a despeito de toda dor que vivemos hoje por nós e por toda humanidade, temos a chance de nos dar conta de uma verdade humana inquestionável, isto é, que temos realmente um pé nesta nossa precariedade e instabilidade, mas que temos uma abertura para a amizade amorosa, o cuidado para acolher, consolar, dar contorno para o outro e poder também receber do outro. Esta  amizade amorosa não pressupõe uma dimensão erótica necessariamente. Ela é, no entanto, uma forma de viver com fé, com esperança e com a certeza de que há uma força que nos transcende e que se manifesta em nós, o que pode ser muito importante para assegurar nossas defesas imunológicas. E, acima de tudo, nossa alegria. Que os casais possam se encontrar nessa verdade é o que mais espero.


TODAS AS INFORMAÇÕES SOBRE OS CONTEÚDOS E PREÇO  COM GRANDE DESCONTO NO TREINAMENTO COMPLETO DO  EFT OFICIAL ESTÃO AQUI. 

 

ACADEMIA CLINICA
Sonia Novinsky
Sonia Novinsky Seguir

Psicoterapeuta . Diretora do Centro Gary Craig de Treinamento em EFT Oficial no Brasil. Atendimento on line e presencial. Supervisão em grupo para EFT Oficial ( tapping e Optimal). Práticas grupais de EFT. Contatos pelo whats: 11999941415

Ler conteúdo completo
Indicados para você