[ editar artigo]

Por que há tantas mães que rejeitam seus bebês?

Por que há tantas mães que rejeitam seus bebês?

Essa é uma pergunta que por vezes tira o sono de muitas pessoas. Encontrar a resposta não é tarefa fácil... Seria incapacidade de amar? Ou quem sabe apenas um estado depressivo? Não seria de se esperar que as mães que carregaram dentro de si por nove meses este ser vivo, ao vê-lo se derretessem naturalmente de amorosidade e ternura?

No ser humano nada é apenas natural. Há sempre um componente que escapa ao simples determinismo natural, vejamos... No ato sexual não há nunca apenas impulso erótico, na fome não há apenas necessidade de alimento, na maternidade não há apenas instinto maternal.

O EFT Oficial vai cuidar precisamente deste componente que no ser humano “complica” as coisas que no mundo anima, por exemplo, são praticamente determinadas pela espécie.

No caso da maternidade, o EFT vai cuidar do motivo pelo qual muitas mães não conseguem de imediato se doar com ternura ao seu filho(a). Ter intimidade e se entregar a este amor incondicional à seu filho(a).

Chegam a dizer “ele me parecia um estranho” ou ainda “eu me sentia incapaz de devoção”. São estes os sentimentos que geram uma infelicidade e culpa muito grandes.

A você que sente isso, ou cuida de quem sente isso, quero ensinar e mostrar que tem solução. É fato comprovado que há uma grande fragilidade na mulher que gera um bebê, por razões inclusive hormonais. E esta mulher vai se identificar com a fragilidade de seu bebê.

Se ela, quando bebê, foi cuidada com muita devoção e ternura, com uma mãe que a segurou nos braços inteiramente enamorada, a mãe que gera agora o seu bebê tem a referência desta ternura internamente.

Mas se a mãe da mãe já não tinha esta disponibilidade e não se identificava com o bebê para lhe dar um colo amoroso contínuo, a nossa mãe atual, na falta da referência do suporte terno, poderá se sentir fragilizada e precisando ela ser cuidada e não cuidar.

Precisando ela ser acolhida ternamente e sem recursos para fazer isso com seu bebê. Este problema se agrava quando o marido também não tem recursos para se doar intensamente à dupla mãe-bebê.

O EFT nos instrumenta para silenciar estas memórias negativas que vão tendo reflexos ao longo das gerações, para que a ternura e a devoção possam acontecer da mãe para a criança. Assim, elas podem quebrar esta cadeia de estranhamento e infelicidade que vai se perpetuando de geração em geração.

Como tudo na vida humana, não se trata de uma regra inviolável. Há mães que podem ser ternas sem ter recebido a ternura — é o “aprendizado pela falta”, que também ocorre no ser humano.

Há no ser humano uma disponibilidade para ternura e amorosidade que podem despontar espontaneamente, assim que o EFT trabalha as sequelas traumáticas e negativas.

Você pode também despertar sentimentos ternos que você não reconhece hoje.

Veja o vídeo abaixo e me siga nos próximos e-mails que você vai compreender ainda mais que o sofrimento é curável!

Beijos, e até breve!

 

ACADEMIA CLINICA
Sonia Novinsky
Sonia Novinsky Seguir

Psicoterapeuta . Diretora do Centro Gary Craig de Treinamento em EFT Oficial no Brasil. Atendimento on line e presencial. Supervisão em grupo para EFT Oficial ( tapping e Optimal). Práticas grupais de EFT. Contatos pelo whats: 11999941415

Ler matéria completa
Indicados para você