[ editar artigo]

Quero ser terapeuta, por onde começo? (parte 1)

Quero ser terapeuta, por onde começo? (parte 1)

Muitas pessoas me perguntam isso. Num mundo em que depois dos 40 se torna difícil encontrar um emprego e num mundo em que o capitalismo obriga os empresários verem seus funcionários como capacidade produtiva e não como seres humanos e num país onde a maioria hoje vive em exílio, longe da cidade natal, das famílias, da linguagem, da paisagem e dos costumes que viveu em criança, é compreensível que o desejo de ser terapeuta surja lá no fundo dos corações. Por isso também vemos proliferar os métodos de cura alternativos, alguns mais espiritualizados, outros mais mecânicos, outros apenas persuasivos (repita só o positivo e você atrairá o positivo). A fome e o alimento surgem juntos, a demanda por ser terapeuta e a oferta de muitos métodos ditos não tradicionais que se aprende fora das faculdades estão ali para saciar a demanda.

Não tenho dúvida que muitos desses desejos de ser terapeuta infelizmente morrerão na praia. Muitos são os fatores. Muitas vezes a pessoa, na sua angústia, quer apenas sair do beco sem saída em que se encontra, mas não tem a vocação de ser alguém que cuida do outro. Ser terapeuta não é saber um método alternativo, não é saber uma técnica, não é algo sem investimento monetário e de tempo, não é ser um conselheiro a quem as pessoas gostam de vir contar suas mazelas. Ser terapeuta não é também uma defesa egoica que se quer ser uma autoridade frente ao outro para que o outro elogie, respeite, agradeça. Existem sim pessoas que se sentindo deslocadas na sociedade pela idade, pela falta de perspectivas, pensam "se eu for terapeuta vou ter um lugar de novo".  Também ser terapeuta não é uma fonte de renda para aposentados ou desempregados. O que é ser terapeuta então?

Ser terapeuta implica já ter percorrido um caminho longo em direção à humildade. Quando bebês precisamos ser onipotentes, sentir que na hora que ordenamos vem o carinho, o leitinho, o cobertor. E vamos percorrendo pela vida um longo caminho em direção à humildade. Alias, agora é Pessach judaico e é uma boa metáfora os anos que os judeus passaram no deserto antes de entrar em Jerusalém, para se despojar de suas fantasias onipotentes, de seus orgulhos e vaidades. E poder chegar humildes a Jerusalém (1). Jesus também vai no seu jumentinho, humilde entrar em Jerusalém. E talvez, para nós humanos, este é o desafio maior em nossas vidas, mas para o terapeuta é uma necessidade essencial este despojar-se da superioridade. Quando vamos num médico tudo se passa ao contrário: nos sentimos pequenos: eles geralmente olham os exames e ditam nosso destino. E ainda o que vamos tomar quando e como e se vamos morrer ou não. O olhar do médico é geralmente (há exceções, lógico) um  olhar de cima para baixo, ele pouco se adapta a nós, somos nós que nos adaptamos à ele. Humildade ali é muito raro, não acham? Eles tem que se manter onipotentes superiores para acreditarmos neles e confiarmos. 

Gostei muito quando ouvi de Gilberto Safra que a relação terapeuta-paciente é assimétrica, mas não como a do médico em relação ao seu paciente, onde o médico é o poder e a superioridade. Mas, ao contrário, é assimétrica porque o paciente está na posição superior e o terapeuta na posição inferior.

Se você cogita ou tem desejo de vir a ser terapeuta, a primeira pergunta que precisa se fazer, antes de estudar os métodos de tratamento, é: tenho esta disponibilidade de me esvaziar deste impulso de ser todo poderoso frente ao outro? E abraçar de forma sincera a humildade que vem junto com abraçar a possibilidade da ignorância e o não saber frente ao cliente? 

Continuo este artigo no próximo post! 

SE VOCÊ QUER SER TERAPEUTA OU SE JÁ CLINICA: OFEREÇO SUPERVISÃO em dupla E CLÍNICA SOCIAL (valores entre 30 e 120 reais) PARA PRATICAR e  AJUDAR QUEM PRECISA.  Informações escreva para Sonia: 11 999941415 

Obrigada, 

Sonia

_____________________________

(1) Gilberto Safra nos fala em seu curso de Psicologia Clinica na USP (2019) sobre este atributo de humildade necessário ao terapeuta.


ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA TODOS OS CURSOS DO EFT OFICIAL. VEJA EM NOSSO SITE 

ACADEMIA CLINICA
Sonia Novinsky
Sonia Novinsky Seguir

Psicoterapeuta . Diretora do Centro Gary Craig de Treinamento em EFT Oficial no Brasil. Atendimento on line e presencial. Supervisão em grupo para EFT Oficial ( tapping e Optimal). Práticas grupais de EFT. Contatos pelo whats: 11999941415

Ler matéria completa
Indicados para você