[ editar artigo]

Sobre os famosos scripts

Sobre os famosos scripts

Através dos ensinamentos de Gary Craig e Sonia Novinsky temos percebido a importância de compreender o contexto histórico (ôntico e ontológico) de cada paciente. Os anseios das pessoas são os mesmos: auto estima baixa, doenças sem cura, dificuldade em vender ou bater metas, muita iniciativa e pouca continuativa na vida, o querer emagrecer, o se permitir ganhar dinheiro e por aí segue uma lista de anseios da humanidade em geral. Se os anseios são os mesmos, a forma como cada anseio nasceu em cada pessoa varia conforme sua realidade. A leitura que seu inconsciente fez de comportamentos, emoções, crenças e sintomas geram os mesmos resultados finais, através de caminhos bem diferentes. A grande verdade é que a história de cada pessoa é única e cada um chega aos resultados que tem na vida por diferentes caminhos, vivências e experiências. Olhar para o resultado final e buscar solução é como chover no molhado. Não adianta de nada. Mas olhar para a base de cada acontecimento, onde e quando nasceu, isto sim seria chuva sobre a terra seca que arde por água para preservar a vida.

Confesso que meu início em EFT foi muito embasado nestes scripts prontos e no começo sempre achei eles muito inteligentes e bem estruturados. Sempre me despertaram olhares que desconhecia sobre o que se passava em meu interior. Eles sempre me proporcionaram um olhar diferente sob a questão que eu tinha e só por isso, já propunha uma nova possibilidade e alguma melhoria. A verdade é que apesar de parecerem muito efetivos, meus problemas sempre continuaram onde estavam. Eu tinha um ou dois dias de reação, um ou dois dias sem dor e tudo voltava ao ponto de partida. A partir do estudo com Gary e Sonia despertei e realmente percebi que os scripts, por mais bem escritos que possam ser, podem servir no início de um tratamento, como forma do paciente se sentir acolhido em suas dores, como forma do paciente dar o pontapé inicial para sentir-se bem em relação ao que busca de verdade. Mas não há real cura somente com suposições. Recentemente ainda usei um script pronto (adaptado a realidade dela) com uma paciente que estava meio travada. Auxiliou no processo de liberação das lembranças, que quando tratadas, mudaram o estado dela. Então noto que os scripts podem ter sua validade, porém nunca serão a base de um tratamento de sucesso.

Sou muito grata por fazer parte deste grupo que leva EFT tão a sério e busca nas raízes as soluções para a vida!

 

Comentário Sonia: Gary e eu jamais usamos scripts. Para mim o EFT nasce do meu contato com cliente. O desafio da psicoterapia é que não se pode ensaiar antes, a sessão é um palco onde se entra sem scripts, onde se entra para um encontro, estamos vazios para receber o outro. Peço cuidado com scripts porque estão fora do espírito e da filosofia do EFT. Este foi um motivo de Gary não aceitar muitos dos praticantes brasileiros. Você pode até usar algo que já usou para outros casos, mas quando ocorre uma semelhança de defesas e vem da pessoa a indicação para usar aquelas palavras. O script é uma boia que parece que nos dá segurança, vamos firmes aparentemente, mas é uma bóia furada ao meu ver pois nao chega na alma profunda do paciente, fica num nivel mental que pode até trazer um alívio mas é superficial e não duradouro.

 

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA TODOS OS CURSOS DO EFT OFICIAL. VEJA EM NOSSO SITE 

 

TAGS

EFT

script

ACADEMIA CLINICA
Elmari Ladiane Lohmann
Elmari Ladiane Lohmann Seguir

Estudante de EFT, aspirante a terapeuta oficial pelo Gold e Optimal. Apaixonada pelo crescimento pessoal e superação das pessoas. Viemos de uma fonte de amor e despertar este amor, através de nossa missão nos torna melhores!

Ler matéria completa
Indicados para você